Linkbão Oi Torpedo Oi Torpedo Web Click Jogos Online Rastreamento Correios Mundo Oi oitorpedo.com.br mundo oi torpedos mundo oi.com.br oi.com.br torpedo-online Tv Online Resultado Dupla Sena Resultado Loteria Federal Resultado Loteca Resultado Lotofacil Resultado Lotogol Resultado Lotomania Resultado Mega-sena Resultado Quina Resultado Timemania baixa-facil Link-facil Resultado Loterias Fofocas E-Scripter

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Valdo Resende lança livro "Dois Meninos-Limbo"

Por Gisele Santos (@giselando)  O mineiro Valdo Resende, mestre em artes visuais e escritor, lançará o romance de estreia Dois Meninos-Limbo durante tarde de autógrafos, no próximo dia 13 de dezembro, sábado, das 15h30 às 18h30, no Espaço Humanas da Livraria Martins Fontes (Avenida Paulista, 509 - SP/SP).  A primeira publicação da Elipse, Arte e Afins Ltda., tem como cenário a cidade de São Paulo do final do século XX e conta a história de um pintor de origem humilde que, mesmo conhecendo a arte vigente escolhe elaborar uma produção popular, dentro das tradições acadêmicas que elegeram gêneros como a paisagem, o retrato e a natureza-morta como fontes para um trabalho pretensamente artístico, mas que visa fundamentalmente a sobrevivência através da comercialização dos resultados.  Tudo isso convivendo com agitação das noites paulistanas que foram tornando-se perigosas e tensas, vida operária, surgimento da AIDS, as exigências impostas à sociedade, etc. “Dois Meninos-Limbo celebra a amizade e a solidariedade ante a adversidade, tanto quanto celebra a solidão e o amor. Faço teatro desde quando jovem e, nos anos 80, comecei a ver e a perder amigos com o surgimento da AIDS. Alguns foram abandonados até pelos familiares e só com a ajuda de amigos tiveram  enterro digno. Optei por excluir nome em respeito a muita gente, mas é fato que estou me baseando em fatos que presenciei; alguns mais próximos, outros mais distantes. É esse testemunhar a história que facilitou criar uma história. Além do mais, escrever o texto sem nominar personagens foi um exercício e tanto. Há também uma proposta de leitura diferenciada, com ajuda da diagramação, que é do Estação Design. Há uma síntese da história contada em negrito, que facilitará o leitor a retomar a leitura ou então a relembrar todo o enredo mesmo com muito tempo após ter lido”, conta o autor.  Valdo explica que o nome “dois meninos” foi escolhido, pois são anôminos: “Em todo o romance não há nomes para as personagens. São pessoas que vivem em um ‘limbo’, colocadas de lado, quase marginais. Limbo veio primeiro como um poema e é esse poema que abre o livro. Esse poema é ‘decodificado’ em dez capítulos, contando a história desses meninos.”  Após quatro anos entre pesquisa e elaboração de texto, Valdo revela que não foi fácil entrar para o mercado com sua primeira publicação: “Há duas lutas: uma é escrever; outra é encontrar quem leia e publique. Isso agora foi possível. Mas, já se foram dez, doze anos. Nesses últimos retomei, atualizei a ortografia e agora ele está já na gráfica. Durante todo esse tempo fui estimulado a publicar por amigos e conhecidos que leram o texto; com isso, por exemplo, tive maior confiança e certeza de que a ausência de nomes não afeta em nada o entendimento e, principalmente, o envolvimento com o romance.”  Segundo o release, no mercado da arte, no Brasil, há duas vertentes distintas, presentes no romance “Dois Meninos - Limbo”; uma é a arte que frequenta críticas, resenhas de jornais e revistas especializadas, sendo mostrada nos museus e centros culturais. E há uma arte popular, comercializada em feiras públicas, ao ar livre e em galerias particulares onde há o escoamento desses trabalhos. “A divisão entre essas vertentes permeia todo o livro. Um personagem é crítico, pesquisador e curador de arte; o outro é um artista popular, desses que aprendem baseados em vivência e observação. Todo um universo artístico permeia o livro, desde o Barroco, o Romantismo até o Expressionismo Abstrato. Nesse aspecto utilizei minha formação, já que sou mestre em artes visuais e professor de história da arte”, esclarece Valdo.  Acesse: https://www.facebook.com/doismeninos.limbo https://elipsearteafins.wordpress.com/  Serviço Lançamento romance: Dois Meninos – Limbo Data: 13 de dezembro de 2014 – sábado – das 15h30 às 18h30 Local: Livraria Martins Fontes (Av. Paulista, 509 – São Paulo/SP telefone: 11 2167-9900 - próximo à Estação Brigadeiro do Metrô). Convênio com estacionamento: Rua Manoel da Nóbrega, 88 ou 95. Primeira hora R$7,00 nas compras acima de R$ 10,00. Preço sugerido ao consumidor: R$34,90  ISBN: 978-85—68591-00-0  Páginas: 196
Por Gisele Santos (@giselando)

O mineiro Valdo Resende, mestre em artes visuais e escritor, lançará o romance de estreia Dois Meninos-Limbo durante tarde de autógrafos, no próximo dia 13 de dezembro, sábado, das 15h30 às 18h30, no Espaço Humanas da Livraria Martins Fontes (Avenida Paulista, 509 - SP/SP).

A primeira publicação da Elipse, Arte e Afins Ltda., tem como cenário a cidade de São Paulo do final do século XX e conta a história de um pintor de origem humilde que, mesmo conhecendo a arte vigente escolhe elaborar uma produção popular, dentro das tradições acadêmicas que elegeram gêneros como a paisagem, o retrato e a natureza-morta como fontes para um trabalho pretensamente artístico, mas que visa fundamentalmente a sobrevivência através da comercialização dos resultados.

Tudo isso convivendo com agitação das noites paulistanas que foram tornando-se perigosas e tensas, vida operária, surgimento da AIDS, as exigências impostas à sociedade, etc. “Dois Meninos-Limbo celebra a amizade e a solidariedade ante a adversidade, tanto quanto celebra a solidão e o amor. Faço teatro desde quando jovem e, nos anos 80, comecei a ver e a perder amigos com o surgimento da AIDS. Alguns foram abandonados até pelos familiares e só com a ajuda de amigos tiveram  enterro digno. Optei por excluir nome em respeito a muita gente, mas é fato que estou me baseando em fatos que presenciei; alguns mais próximos, outros mais distantes. É esse testemunhar a história que facilitou criar uma história. Além do mais, escrever o texto sem nominar personagens foi um exercício e tanto. Há também uma proposta de leitura diferenciada, com ajuda da diagramação, que é do Estação Design. Há uma síntese da história contada em negrito, que facilitará o leitor a retomar a leitura ou então a relembrar todo o enredo mesmo com muito tempo após ter lido”, conta o autor.

Valdo explica que o nome “dois meninos” foi escolhido, pois são anôminos: “Em todo o romance não há nomes para as personagens. São pessoas que vivem em um ‘limbo’, colocadas de lado, quase marginais. Limbo veio primeiro como um poema e é esse poema que abre o livro. Esse poema é ‘decodificado’ em dez capítulos, contando a história desses meninos.”

Após quatro anos entre pesquisa e elaboração de texto, Valdo revela que não foi fácil entrar para o mercado com sua primeira publicação: “Há duas lutas: uma é escrever; outra é encontrar quem leia e publique. Isso agora foi possível. Mas, já se foram dez, doze anos. Nesses últimos retomei, atualizei a ortografia e agora ele está já na gráfica. Durante todo esse tempo fui estimulado a publicar por amigos e conhecidos que leram o texto; com isso, por exemplo, tive maior confiança e certeza de que a ausência de nomes não afeta em nada o entendimento e, principalmente, o envolvimento com o romance.”

Segundo o release, no mercado da arte, no Brasil, há duas vertentes distintas, presentes no romance “Dois Meninos - Limbo”; uma é a arte que frequenta críticas, resenhas de jornais e revistas especializadas, sendo mostrada nos museus e centros culturais. E há uma arte popular, comercializada em feiras públicas, ao ar livre e em galerias particulares onde há o escoamento desses trabalhos. “A divisão entre essas vertentes permeia todo o livro. Um personagem é crítico, pesquisador e curador de arte; o outro é um artista popular, desses que aprendem baseados em vivência e observação. Todo um universo artístico permeia o livro, desde o Barroco, o Romantismo até o Expressionismo Abstrato. Nesse aspecto utilizei minha formação, já que sou mestre em artes visuais e professor de história da arte”, esclarece Valdo.

Acesse:
https://www.facebook.com/doismeninos.limbo
https://elipsearteafins.wordpress.com/

Serviço
Lançamento romance: Dois Meninos – Limbo
Data: 13 de dezembro de 2014 – sábado – das 15h30 às 18h30
Local: Livraria Martins Fontes (Av. Paulista, 509 – São Paulo/SP telefone: 11 2167-9900 - próximo à Estação Brigadeiro do Metrô).
Convênio com estacionamento: Rua Manoel da Nóbrega, 88 ou 95. Primeira hora R$7,00 nas compras acima de R$ 10,00.
Preço sugerido ao consumidor: R$34,90 
ISBN: 978-85—68591-00-0 
Páginas: 196


Nenhum comentário: